SOU DESIGNER, E AGORA? COMO VENDER?

SOU DESIGNER, E AGORA? COMO VENDER?

Acho que após me tornar um Artista 3D uma das maiores dificuldades que encontrei foi vender meu trabalho e isso continua sendo até hoje uma dificuldade. Acredito que vender nunca foi e nunca será algo fácil. 

Depois de iniciar no 3D com aquele ânimo todo, querendo aprender e logo de cara já abrindo um estúdio junto com um amigo que tinha me apresentado esse mundo… Mas veio então a dura realidade. Vender.

Pensei que seria fácil, eu via diversos profissionais dos mais variados níveis vendendo, e por ter um produto que era bom (nada excepcional que “parecia uma foto”). Mesmo assim pensei que eu iria conseguir “de boas”.

“Se Fulano vende de boa eu também consigo”.

Mas a realidade é diferente…

Se me recordo bem foram 9 meses tentando e eu consegui um projeto apenas 1 projeto para fazer. E adivinhem! Precisava pagar a sala comercial em que estava, e o condomínio estava bem caro na época.

Eu já havia gastado horrores com um computador para renderizar e não tinha dinheiro para nada, tive sorte de ter minha mãe como backup pra dar suporte, senão eu estaria muito lascado. Valorizem sempre seus pais abiguinhos!

E então, naquela situação eu não tinha mais escolha, sem grana e completamente desanimado acabei fechando o estúdio, pouco tempo atrás eu já tinha falido uma loja de informática. Fazer o que, né?!

Voltei pra casa, fiquei meses parado, desanimado. Mas eis que eu voltei a treinar, voltei a oferecer meu serviço, descobri MUITAS coisas que eu nem fazia ideia que existiam. 

Fiz um Portfólio novo onde um de meus projetos ganhou relevância e uma bandeira de destaque no Behance e com isso eu fui aprovado para trabalhar com uma empresa chamada Cora CGI (Yeahhhhhhh). E de quebra, logicamente, fazer outros “freelas”. 

Infelizmente não tenho mais muitos detalhes para acrescentar na minha historinha hahahaha

Mas acho que agora vem o principal, aquilo que talvez te ajude! 

COMO VENDER MEU DEUS DO CÉU?

A resposta curta é. Não tem fórmula mágica! É chato pra caralho mesmo, mas vamos la.

Eu aprendi 2 coisas essenciais, elas podem parecer meio obvias, mas eu te pergunto:

Você tem feito o obvio?

A primeira coisa não faz tanto tempo, eu aprendi isso com Sam Lytle, fundador da Civil FX. 

Ele estava explicando sobre captação de trabalhos novos e a distribuição dos mesmos, vou parafrasear o que ele disse:

“Eu tenho que distribuir os projetos de forma lógica, coincidindo o valor, tempo e dificuldade do projeto com o valor da hora de trabalho de cada funcionário…”

Escutar isso me deu uma luz. 

Até então eu cobrava um preço fechado por projeto, algo vazio e sem explicação. Não fazia uma análise prévia do que o cliente precisava para então apresentar um valor, apenas apresentava uma tabela que não dizia absolutamente nada.

Foi ai que eu fiz uma análise geral do meu serviço, do tempo que eu demorava para fazer cada coisa, do equipamento que eu possuía e cheguei em um valor da minha hora de trabalho.

Passei a apresentar dessa forma e explicar o motivo do porque daquele preço para o projeto X e o o porque do projeto Y ter esse outro valor, e isso facilitou MUITO.

A segunda é peça chave para tudo dar certo.

ESTUDE MARKETING DIGITAL!

Um tempo atrás eu conheci o trabalho do Alex Vargas, um profissional da área de  marketing digital que se tornou um milionário com isso. Ele me ensinou muitas técnicas de vendas dentro da internet. Acho que vale muito a pena você conhecer um o trabalho dele também. Clique aqui que eu te mando pra la.

Com ele eu aprendi que não adianta de nada você ter um bom produto e não saber apresentar aquilo, não saber persuadir (persuasão é diferente de manipulação viu).

Eu vou resumir algumas das lições em 3 dicas do marketing digital, dicas que aprendi e adaptei para a área do design. Pois como você viu, minha área de dominância é o 3D. mas acredito que sejam dicas que se encaixam perfeitamente para o Design em um âmbito geral.

3 Dicas

1° Continue Produzindo – Quanto mais jobs de qualidade para apresentar, MELHOR. Mas isso não significa que você deve deixar milhares de projetos em seu portfólio. Entenda que, quanto mais você fizer, melhor e mais rápido você vai ficar.

2° Saia da Zona de Conforto – Muitas vezes você está focando demais somente nas sua habilidades e na qualidade de seus jobs, isso não é ruim, mas também não vai te dar dinheiro. Crie novas ferramentas de divulgação além de simplesmente fomentar seu portfólio apresente seu trabalho também por outras mídias como facebook, whatsapp, instagram, youtube, blogs etc… Tudo isso pode te ajudar a vender

3° Saia de Casa – Acho que esse é o principal. Saia de casa, apresente seu trabalho, converse com pessoas, faça contatos. Isso é importante pra você entender de fato o que as pessoas buscam e também para você criar sua base de sustentação, lembre-se que grandes ideais surgiram de necessidades.

Essa é minha experiência pessoal, espero ter ajudado. Boa sorte!! E não esquece de se inscrever na minha lista de email logo abaixo!

SOU DESIGNER, E AGORA? COMO VENDER?
4.5 (90%) 2 votes

 

By |2018-11-28T16:12:11+00:00novembro 27th, 2018|Design, Marketing Digital|0 Comentários

Deixar Um Comentário